DEFINIÇÕES E EXPECTATIVAS NA FASE FINAL DE QUALIFICAÇÃO DA EURO 2017

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O Planeta Futebol Feminino trás para vocês um panorama das Eliminatórias da Eurocopa de 2017, que será na Holanda. Dez equipes, além da anfitriã Holanda já estão garantidas, restando assim seis vagas para o torneio.

11 vagas já foram definidas para a competição. (FOTO: UEFA)
11 vagas já foram definidas para a competição. (FOTO: UEFA)

Por: Bruno Bezerra

bruno@planetafutebolfeminino.com.br

As Eliminatórias para a Eurocopa Feminina de 2017 estão chegando ao fim, com definições e muita emoção na definição das vagas para o torneio que será disputado na Holanda no ano que vem e com isso a redação do Planeta Futebol Feminino preparou um apanhado sobre quem já se classificou e sobre as vagas que ainda restam no torneio.

Grupo 1: Islândia (qualificada), Escócia (qualificada), Eslovênia, Bielorrússia, Macedônia

Escocesas que bateram na trave em 2013, disputarão sua primeira Euro em 2017. (FOTO: Scottish FA)
Escocesas que bateram na trave em 2013, disputarão sua primeira Euro em 2017. “Nós conseguimos, nós fizemos história, nós iremos a Euro 2017.” (FOTO: Scottish FA)

Invicta, a seleção da Islândia conseguiu qualificação sem grandes problemas para a competição. Será a terceira participação das islandesas na história da competição, na qual teve melhor campanha na Suécia em 2013, quando chegaram as quartas de final, sendo eliminadas pelas anfitriãs. Já a Escócia, eliminada pela Espanha na repescagem da Euro 2013, conseguiu vaga com uma campanha de 6 vitórias e apenas uma derrota, justamente para a Islândia.

Como a campeã e as seis melhores segundas colocadas garantem vaga para o torneio, islandesas e escocesas já garantiram vaga para a competição a ser disputada na Holanda. A liderança do grupo será decidida no dia 20 (terça), com um duelo entre as duas equipe em jogo a ser disputado em Reykjavik.

Grupo 2: Espanha(qualificada), Finlândia, Portugal, República da Irlanda e Montenegro

Vitória contra a Finlândia foi histórica para Portugal e deu esperanças para uma classificação a Euro. (Foto: fpf.pt)
Vitória contra a Finlândia foi histórica para Portugal e deu esperanças para uma classificação a Euro. (Foto: fpf.pt)

A Espanha garantiu vaga sem grandes dificuldades para sua terceira Eurocopa em sua história. As espanholas foram semifinalistas em 1997 na competição disputada na Noruega e Suécia e em sua última participação, na Euro 2013, caíram nas quartas de final para a Noruega.

A Finlândia é a segunda colocada no grupo com 13 pontos e com o descarte (resultados contra os últimos colocados não estão incluídos para definir os melhores segundos colocados, que se qualificam diretamente a Euro) ficando com 7. Na última rodada, as finlandesas, que disputaram três vezes o torneio e tem como melhor resultado as semifinais em 2005 na Inglaterra, jogam com a Espanha fora de casa e caso empate garantirá na pior das hipóteses a repescagem.

Portugal com 10 pontos está na cola das finlandesas, a qual as lusas venceram na última rodada por 3 a 2. Portugal joga a ultima rodada contra a Irlanda, já sem chances de classificação, em Dublin. Caso Portugal vença e a Finlândia perca para a Espanha, Portugal garantirá no minimo vaga na repescagem e mesmo com saldo menor que a Finlândia, visto que o critério da UEFA em suas competições é confronto direto, sendo assim, as portuguesas tem uma vitória e um empate diante das finlandesas.

Grupo 3: França (qualificada), Romênia, Ucrânia, Grécia e Albânia

A Romênia já fez história ao se classificar no mínimo para a repescagem para a Euro 2017. (Foto: frf.ro)
A Romênia já fez história ao se classificar no mínimo para a repescagem para a Euro 2017. (Foto: frf.ro)

Com sete vitórias em sete jogos, a França garantiu qualificação para sua sexta Euro (na qual os melhores resultados foram quartas de final em 2009 e 2013), de modo direto.

A surpresa ficou por conta da Romênia, que garantiu no minimo a repescagem, pois mesmo tendo a mesma pontuação que a Ucrânia, 13 pontos e com o descarte iria a 7, mas não tem mais como ser alcançada uma vez que a Ucrânia já encerrou sua participação e a Romênia joga a ultima partida em casa contra a Grécia. Mesmo que perca por uma diferença boa, no confronto direto as romenas levam boa vantagem sobre as ucranianas.

Grupo 4: Suécia (qualificada), Dinamarca, Eslováquia, Polônia e Moldávia

Atuais vice campeã olímpicas, suecas garantiram vaga para a Euro com boa vantagem para as demais equipes do grupo. (FOTO: UEFA)
Atuais vice campeã olímpicas, suecas garantiram vaga para a Euro com boa vantagem para as demais equipes do grupo. (FOTO: UEFA)

Com sete vitórias em sete jogos, a Suécia garantiu vaga de forma direta no grupo. A seleção da Suécia conquistou a Eurocopa Feminina uma única vez, no ano de 1984 e desde 2001 não chega a uma final do torneio continental. Na sua última participação, em 2013, na qual foi a anfitriã, eliminação nas semifinais diante da Alemanha.

A Dinamarca é a vice líder do grupo com 16 pontos e com o descarte iria a 10 pontos, ou seja, virtualmente a equipe está qualificada a Euro como uma das melhores segundas colocadas e só um desastre obrigaria esta a disputar a repescagem. Na última Euro, a seleção danesa chegou as semifinais e não chega a uma grande final desde 1993.

Grupo 5: Alemanha (qualificada), Rússia, Hungria, Croácia e Turquia

Atuais campeãs europeias e olímpicas, alemãs defenderão o título ano que vem na Holanda. (FOTO: dfb.de)
Atuais campeãs europeias e olímpicas, alemãs defenderão o título ano que vem na Holanda. (FOTO: dfb.de)

Com sete vitórias em sete jogos, a Alemanha garantiu vaga para defender o título europeu, que seria o nono na história do país e o sexto consecutivo. Steffi Jones assumiu o time após a saída de Silvia Neid e já comandou a equipe na vitória diante da Rússia em Moscou.

A Rússia, atual vice líder, até pode ser alcançada pela Hungria em pontos, mas no confronto direto já garantiu no minimo a repescagem, entre as duas piores segundas colocadas dos oito grupos de qualificação, que definiria a última vaga ao torneio. A Rússia disputou por quatro vezes o torneio e nunca passou da fase de grupos.

Grupo 6: Suíça (qualificada), Itália, República Tcheca, Irlanda do Norte e Geórgia

A seleção suíça jogará a Euro pela primeira vez ano que vem, após ótima campanha nas eliminatórias. (FOTO: uefa.com)
A seleção da Suíça jogará a Euro pela primeira vez ano que vem, após ótima campanha nas eliminatórias. (FOTO: uefa.com)

Após disputar a última Copa do Mundo em 2015, no Canadá, na qual chegou as oitavas de final, a seleção da Suíça garantiu vaga para disputar sua primeira Euro sem grandes dificuldades e mostrando um bom futebol. Com sete vitórias em sete partidas disputadas, mostrou uma sólida equipe com diversas jogadoras atuando no futebol alemão.

A vice liderança do grupo é das italianas, que com 15 pontos ganhos chegaria a 9 no descarte. Na última rodada, a Itália enfrenta a República Tcheca em casa e garantem vaga direta na competição como uma das seis melhores segundas colocadas. Na pior das hipóteses, o time garante pelo menos a repescagem.

Grupo 7: Inglaterra (qualificada), Bélgica (qualificada), Bósnia-Herzegovina, Sérvia e Estônia

A seleção belga garantiu vaga na sua primeira Eurocopa em sua história. (FOTO: UEFA)
A seleção belga garantiu vaga na sua primeira Eurocopa em sua história. (FOTO: UEFA)

Inglaterra conseguiu qualificação com seis vitórias e apenas um empate. As inglesas irão disputar mais uma Euro, com uma ótima geração que vem de uma terceira colocação na Copa do Mundo de 2015. Os melhores resultados ingleses na história da Euro foram um vice-campeonato em 1984 e em 2009.

A seleção da Bélgica garantiu qualificação com 5 vitórias e 2 empates. Será a estreia da seleção em competições europeias, justamente na Eurocopa disputada em uma de suas grandes rivais. Na última rodada do grupo, inglesas e belgas se enfrentam para definir quem será a líder do grupo, mas de toda forma, as duas já estarão na Euro 2017.

Grupo 8: Noruega (qualificada), Áustria, País de Gales, Cazaquistão e Israel

Atuais vice-campeãs europeias, as norueguesas conseguiram qualificação sem grandes problemas para a Euro 2017. Contando com a melhor jogadora da Europa na temporada 2015/16, a atacante Ada Hegerberg do Lyon, o time buscará quebrar a hegemonia alemã a nível continental. As nórdicas tem dois títulos europeus, em 1987 e em 1993, mas não conquistam nenhum título desde as Olimpíadas de 2000, quando foram medalhistas de ouro.

A Áustria é a vice líder e tem boas chances de qualificação como uma das melhores segundas colocadas, e tem chances mínimas de pegar repescagem. Na ultima rodada até tem um jogo difícil contra as galesas no País de Gales e tem tudo para encaminhar sua vaga a Euro de modo direto.

A última rodada da fase de qualificação será no dia 20, na terça-feira. Holanda (sede), Escócia, Islândia, Espanha, França , Suécia, Alemanha, Suíça, Inglaterra, Bélgica e Noruega já estão classificadas e outras 4 vagas serão conhecidas já na terça e apenas em outubro, saberemos qual será a última seleção a garantir vaga na EURO 2017, após a repescagem entre as duas piores segundas colocadas dos grupos da fase de classificação.

O sorteio para a EURO 2017 será em novembro.

Comente

comments