NWSL E SEU COMEÇO SURPREENDENTE

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
Portland Thorns Twitter
Portland Thorns Twitter

Por: Amanda Marinho

A 4ª temporada da NWSL começou no último sábado, 16, e já deu pra sentir que daqui para Outubro, muitas coisas inesperadas podem acontecer.

– Primeiro, o site da NWSL ficou fora do ar, ou operando de forma lenta, durante todo o sábado. Isso indica um alto fluxo nos servidores, ou seja, muita gente procurando mais sobre os jogos e a liga. Ponto positivo.

– O Washington Spirit venceu em casa o Boston Breakers, o gol foi marcado por Joanna Lohman, de bicicleta. Vale a pena assistir. Mas como nem tudo é perfeito, o Boston Breakers continua decepcionando. O time mais tradicional da NWSL parece destinado a mais uma temporada de sofrimento.

– A surpresa começa aqui. O atual campeão, FC Kansas City, perdeu em casa para o WNY Flash. O gol foi de pênalti, marcado por Sam Mewis. O FCKC deve lutar para seguir vitorioso nessa temporada, já que uma debandada – de aposentadas e grávidas – prejudicou a base do time. Nesse jogo, o FCKC ainda perdeu um pênalti no final, com Heather O’Reilly.

– Mais uma. O Houston Dash saiu atrás do placar, e parecia que a temporada seria mais do mesmo, mas não. Com as brasileiras Andressa e Poliana titulares, o time virou o jogo para cima do Chicago Red Stars. A questão é: onde Alyssa Naeher, goleira do Red Stars, ficara a salvo? A jogadora saiu do Breakers, onde aguentou momentos horríveis, para tentar se destacar em um time melhor.

– A surpresa do último jogo, só é para aqueles que seguem a NWSL desde o começo. A forma do Portland Thorns em casa é péssima, o time definitivamente não honra a torcida que tem. Os torcedores argumentarão que o time tem um título, mas o buraco é mais em baixo. No jogo contra o Orlando Pride, o Thorns saiu perdendo depois de uma bobagem da goleira Michelle Betos, mas conseguiu virar. A vitória é mais importante para a moral do que para o campeonato nesse momento. Sem dúvidas, o time de Portland é o mais forte em termos de elenco, basta saber se elas conseguirão jogar juntas.

– Vocês já devem ter ouvido falar de Tasha Kai. Pois é, a jogadora voltou da aposentadoria, e já chegou marcando gol pra cima da Hope Solo. Ajudou o Sky Blue a derrotar o Seattle Reign pela primeira vez no Memorial Stadium.

DESTAQUE

– Lindsey Horan, atuando no meio-campo, desempenhou um papel defensivo exemplar durante o jogo, desarmando ataques adversários, ajudando dentro da área e ainda armando jogadas. O gol da virada do Thorns foi seu, no 2×1 em casa contra o Pride.

RESULTADOS

Washington Spirit 1, Boston Breakers 0 (Joanna Lohman)
FC Kansas City 0, WNY Flash 1 (Sam Mewis)
Houston Dash 3, Chicago Red Stars 1 (Lloyd, Daly, Beckie; Press)
Seattle Reign 1, Sky Blue 2 (Merritt Mathias; Tasha Kai, Kelley Conheeney)
Portland Thorns 2, Orlando Pride 1 (Dagny Brynjasdottir, Lindsey Horan; Steph Catley)

Comente

comments