NWSL SEMANA 2 E NOVO PODCAST

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
NWSL Site
NWSL Site

Por: Amanda Marinho

Nos jogos que aconteceram na 2ª rodada da NWSL, o que surpreendeu foi a falta de precisão dos times no momento de definição. As equipes conseguem criar chances no ataque, mas as atacantes estão devendo no quesito finalização. Confira os destaques dessa rodada:

– O Washington Spirit ganhou mais uma e está na liderança do campeonato com dois pontos de diferença para o 2º lugar. O time fez 2 a 0 fora de casa contra o Sky Blue, gols de Ali Krieger – em um cruzamento que enganou a goleira – e de Diana Matheson. O Sky Blue diminuiu na metade do 2º tempo, mas não conseguiu virar.

– O Orlando Pride levou 23.403 pessoas ao Citrus Bowl e bateu o recorde de público da NWSL. Além disso, o time conseguiu sua primeira vitória, graças a uma atuação magistral da goleira Ashlyn Harris, que impediu o Houston Dash em diversas oportunidades. Nesse jogo tivemos o encontro das brasileiras Mônica (Orlando) e Andressa e Poliana (Dash). Andressa marcou um belo gol, o único de Houston. A nota triste fica para a lesão de Carli Lloyd (Dash). A jogadora torceu o ligamento médio do joelho, e fica fora de 3-6 semanas.

 

https://twitter.com/ORLPride/status/724041973280169985

 

Gol da brasileira Andressa

– Em um mini-clássico da NWSL, o FC Kansas City empatou com o Portland Thorns. O FCKC mais uma vez desperdiçou um pênalti, e viu Lindsey Horan empatar o jogo quase no final da partida.

https://twitter.com/NWSL/status/724064317453291520

 

– O Chicago Red Stars venceu em casa o WNY Flash. Depois de estrear com derrota, o time jogou bem e conseguiu a vitória magra. Chicago é um dos times mais perigosos ofensivamente da NWSL.

 

– A vida segue difícil para o Boston Breakers, que perdeu para o Seattle Reign por 3 a 0. O time de Seattle não encontrou dificuldades para marcar diante de Boston, que apresentou falhas defensivas, principalmente nas jogadas aéreas. A nova goleira, ex-Liverpool, Libby Stout, ainda é uma incógnita. Nesse jogo, a galesa Jess Fishlock precisou ser substituída ainda no primeiro tempo, com uma lesão no joelho.

 

DESTAQUES

– Carli Lloyd está fora por pelo menos 6 semanas depois de lesionar o joelho durante a partida contra o Orlando Pride. Se tudo correr bem, a jogadora deve voltar em Julho, e não deve desfalcar os Estados Unidos nas Olimpíadas do Rio.

– Andressa marcou seu primeiro gol da temporada, mas não foi o suficiente para seu time ganhar. Ainda assim, o gol é importante para dar moral a brasileira, titular absoluta no meio-campo do Houston Dash, ao lado de Carli Lloyd e Morgan Brian.

– Lianne Sanderson causou polêmica no jogo entre Orlando Pride e Houston Dash. A jogadora bateu uma falta rápida na intermediária, e pegou a defesa do Dash de surpresa. Nas imagens, é possível ver que a jogadora pede, e recebe, autorização do árbitro para fazer a cobrança.

https://twitter.com/ORLPride/status/724039012822974464

 

– A goleira Ashlyn Harris é a jogadora da semana do PFF. Ela fez grandes defesas para garantir a vitória do Orlando Pride em casa. Confira uma delas:

https://twitter.com/ORLPride/status/724683034285379584

 

– A classificação da NWSL após a 2ª rodada está assim:

  • Podcast NWSL na PFF. Ouça o novo episódio agora!

Comente

comments