Sul-americano sub-20 de futebol feminino: O futuro começa aqui!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

sub-20-2015-logo_vertical-300px_0

 

Por: Odair Vasconcelos

Mais um Sul-americano sub-20 de futebol feminino se aproxima e terá inicio essa semana na cidade Santos, a competição começa nesta quarta-feira, dia 18, e vai até dia 03 de dezembro.

Está a sétima edição do tradicional torneio da América do Sul, onde as duas melhores seleções carimbaram vaga para o Mundial da categoria.

 

Histórico das ultimas edições:

2004 – Brasil (campeão) – Paraguai (vice-campeão) – Equador (terceiro colocado)

2006 – Brasil (campeão) – Argentina (vice-campeão) – Paraguai (terceiro colocado)

2008 – Brasil (campeão) – Argentina (vice-campeão) – Paraguai (terceiro colocado)

2010  – Brasil (campeão) – Colômbia (vice-campeão) – Paraguai (terceiro colocado)

2012  – Brasil (campeão) – Argentina (vice-campeão) – Colômbia (terceiro colocado)

2014  – Brasil (campeão) – Paraguai (vice-campeão) – Colômbia (terceiro colocado)

 

Formato:

No torneio participam os dez países sul-americanos filiados a CONMEBOL, as dez seleções são dividas em dois grupos com cinco equipes em cada.

Na primeira fase as seleções se enfrentam em seus respectivos grupos, os dois melhores colocados dos grupos A e B avançam ao quadrangular. Na fase final as quatro seleções se enfrentam entre si, a primeira e segunda colocada garantem vaga para o Mundial sub-20 que será realizado em 2016 na Papua-Nova Guiné.

Os dois grupos foram definidos com Brasil e Argentina sendo cabeça de chave, ficando desta forma:

  • Grupo A: Brasil, Venezuela, Paraguai, Chile e Peru.
19 de novembro
17h – Paraguai x Peru
19h10 – Brasil x Venezuela (Transmissão da TV Brasil)

21 de novembro
17h – Venezuela x Paraguai
19h10 – Peru x Chile

23 de novembro
17h – Chile x Venezuela
19h10 – Paraguai x Brasil (Transmissão da TV Brasil)

25 de novembro
17h – Venezuela x Peru
19h10 – Brasil x Chile (Transmissão da TV Brasil)

27 de novembro
17h – Chile x Paraguai
19h10 – Brasil  v  Peru (Transmissão da TV Brasil)

 

  • Grupo B: Argentina, Colômbia, Uruguai, Equador e Bolívia.
18 de novembro
16h – Uruguai x Equador
18h10 – Argentina x Bolívia

20 de novembro
16h – Bolívia x Uruguai
18h10 – Equador x Colômbia

22 de novembro
16h – Colômbia x Bolívia
18h10 – Uruguai x Argentina

24 de novembro
16h – Bolívia x Equador
18h10 – Argentina x Colômbia

26 de novembro
16h – Colômbia x Uruguai
18h10 – Equador x Argentina

 

Brasil

Foto: Bruno Pacheco / CBF
Foto: Bruno Pacheco / CBF

Hexa campeãs do torneio, as brasileiras chegam, assim como em todos os torneios sul-americanos de futebol feminino, como grande favoritas a vencer a competição. A seleção brasileira sub-20 nunca perdeu sequer nenhum jogo no torneio sul-americano da categoria, contando todas as seis edições já disputadas, foram 35 vitórias e apenas 2 empates.

Esta nova geração sub-20 brasileira chega para este sul-americano com muitas ganas de defender o titulo e conseguir classificação para mais um mundial. Em sua preparação o Brasil fez três amistosos, onde venceu o México por 1×0, e acabou perdendo de 4×0 para o Japão e 2×1 contra os Estado Unidos, além disso a seleção sub-20 empatou com a seleção principal do Brasil por 1×1.

Jogadoras a se observar: Julia Bianchi (volante), Gabi Nunes (atacante) e Jennifer Westendorf (atacante).
Estréia: Brasil x Venezuela – 19 de novembro

 

Paraguai

Foto: apf.org.py
Foto: apf.org.py

Assim como o Brasil, o Paraguai é única seleção sub-20 que esteve entre as quatro melhores nas ultimas seis edições do sul-americano sub-20, tendo dois vice-campeonatos em 2004 e 2014.

Se formos comparar com outras seleções, o Paraguai foi um dos, se não o país que mais evoluiu suas seleções de base de futebol feminino na América do Sul. Com muitas jogadoras jovens e experientes o Paraguai será um dos grandes favoritos a conquistar uma das vagas ao mundial.

Jogadoras a se observar: Fanny Godoy (meio-campista), Veronica Kurtz (atacante) e Jessica Martinez (atacante).
Estréia: Paraguai x Peru – 19 de novembro.

Peru

Foto: fpf.com.pe
Foto: fpf.com.pe

Sobe o comando da experiente técnica Marta Tejedor, as peruanas buscam voltar a disputar um quadrangular final, coisa que não acontece desde 2006. Em sua preparação as peruanas viajaram para o Equador onde fizeram dois amistosos comntra a seleção sub-20 local, perdendo o primeiro por 3×0 e vencendo o segundo por 1×0, logo após enfrentaram também duas vezes a sub-20 do Uruguai, perdendo o primeiro por 5×2 e vencendo o outro por 1×0.

Jogadoras a se observar: Allison Reyes (atacante) e Geraldine Cisneros (atacante).
Estréia: Peru x Paraguai – 19 de novembro.

 

Chile

Foto: anfp.cl
Foto: anfp.cl

As chilenas nunca conseguiram algo expressivo em sul-americanos sub-20, suas melhores marcas foram apenas duas quartas colocações em 2008 e 2010. Sobe o comando do técnico Jose Letelier as esperanças do Chile começam aparecer. Sendo as primeiras a chegar no Brasil, as chilenas buscam se adaptar ao clima de Santos e treinar forte para sua estréia.

Jogadoras a se observar: Fernanda Cardenas (goleira) e Sofia Hartard (volante).
Estréia: Chile x Peru – 21 de novembro.

 

Venezuela

Foto: Prensa FVF
Foto: Prensa FVF

A Venezuela nunca conseguiu se classificar a fase final do sul-americano sub-20. Mas com uma geração que foi quarta colada no ultimo Mundial sub-17, as venezuelanas chegam como uma das principais seleções para o campeonato, porém as vinotinto (como é conhecida as seleções venezuelanas) terão que superar um grupo complicado.

Jogadoras a se observar: Tahicelis Marcano (volante), Lourdes Moreno (meio-campista) e Gabriela Garcia (atacante).
Estréia: Venezuela x Brasil – 19 de novembro.

 

Argentina

Foto: afa.org.ar
Foto: afa.org.ar

Com três vice-campeonatos em seu histórico (2006, 2008 e 2012), essa nova geração da Argentina terá o peso de voltar colocar seu país entre as quatro maiores forças da América do Sul, para isso, o técnico Eduardo Sanchez montou sua seleção com jogadoras dos principais times argentinos, tais como River Plate, San Lorenzo e Boca Juniors. Com muito meses de preparação as argentinas estão focadas em transforma o que a principio era sonho, em realidade.

Jogadoras a se observar: Aldana Cometti (zagueira) e Micaela Cabrera (atacante).
Estréia: Argentina x Bolívia – 18 de novembro.

 

Colômbia

Foto: http://fcf.com.co/
Foto: fcf.com.co

Figurando entre as melhores do continente nas ultimas três edições, esta seleção colombiana sub-20 conta com a experiência do técnico da seleção principal, Felipe Taborda.

Com muitas jogadoras que jogam em universidades americanas, as colombianas chegam como a grande favorita do grupo B e uma das favoritas a uma das vagas ao mundial.

Jogadoras a se observar: Leidy Asprilla (atacante), Gabriela Maldonado (atacante) e Leicy Santos (atacante).
Estréia: Colômbia x Equador – 20 de novembro.

Uruguai

Foto: auf.org.uy
Foto: auf.org.uy

Assim como a Venezuela, as uruguaias nunca chegaram ao quadrangular final. Com apenas quatro vitórias em todas as seis edições do sul-americano sub-20, as uruguaias buscarão mudar essa história em Santos. O Uruguai aposta suas fichas na atacante Yamila Badell, que atualmente joga no futebol espanhol e foi artilheira do sul-americano sub-17 de 2012.

Jogadoras a se observar: Stephanie Lacoste (zagueira), Alaides Bonilla (volante) e Yamila Badell (atacante).
Estréia: Uruguai x Equador – 18 de novembro.

 

Equador

Foto: @FEFecuador
Foto: @FEFecuador

As equatorianas tem como melhor marca uma terceira colocação no sul-americano de 2004, de lá pra cá o Equador nunca mais conseguiu a chegar a uma fase final. Em sua preparação o Equador enfrentou a seleção peruana em dois amistosos, conseguindo uma vitória por 3×0 no primeiro jogo e depois perdendo a segunda partida por 1×0.

Para esta competição a seleção sub-20 equatoriana está sendo treinada pela Vanessa Arauz, que também é a técnica da seleção feminina principal do seu país. Vanessa é a treinadora mais nova da história a levar uma seleção feminina a uma copa do mundo de futebol feminino, será que desta vez ela também fará história com sua seleção de base?

Jogadoras a se observar: Angie Ponce (volante), Kerlly Real (meio-campista) e Mariela Jacome (atacante).
Estréia: Equador x Uruguai – 18 de novembro.

 

Bolívia

Foto: fbf.website
Foto: fbf.website

Entre as dez participantes, a Bolívia chega como a maior incógnita desse sul-americano sub-20, já que confederação boliviana de futebol pouco deu informações sobre sua seleção. O que se sabe é que a Bolívia começou seus treinamento apenas dia 23 de outubro, com menos de um mês de trabalho as bolivianas vão em busca de repetir o feito conseguido na ultima edição do sul-americano sub-20, que foi uma quarta colocação.

Jogadora a se observar:  Ana Paola (atacante).
Estréia: Bolívia x Argentina – 18 de novembro.

Comente

comments