A AMÉRICA É DA FERROVIÁRIA

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Ferroviária bate Colo Colo em grande final e é campeã da Libertadores feminina.

Jogadoras festeja o titulo. (Foto: conmebol.com)
Jogadoras festeja o titulo. (Foto: conmebol.com)

A América ficou mais grená este domingo, a equipe da Ferroviária fez história ao vencer as chilenas do Colo Colo por 3×1 na grande final da Libertadores Feminina 2015, conquistando o titulo pela primeira vez em sua história.

A final começou com as duas equipes se estudando, mas eram as brasileiras que se lançavam mais ao ataque, foi assim que no minuto 18′ Adriane Nenê escapou pelo lado direito do campo, se livrou da marcação e cruzou para que Tábatha fizesse o primeiro das guerreiras grená.

Atrás no placar, as chilenas tiveram que largar a postura defensiva e partir mais ao ataque e foi nisso que aos 25′ Adriane Nenê aproveitou, mais uma vez. A atacante cruzou para que Tábhata marcasse o segundo da Ferroviária e o segundo dela no jogo.

A equipe do Colo Colo teve algumas chances mas nada que assustasse a goleira Amanda, que vinha sendo destaque da competição. O terceiro gol brasileiro veio aos 43′, Rafaela tocou para Barrinha que sozinha só teve o trabalho de driblar a goleira Endler e chutar para a rede e deixar o 3×0 no placar.

Já nos acréscimos da primeira etapa, as chilenas descontaram com Gloria Villamayor em cobrança de pênalti. Este foi o primeiro gol sofrido pela Ferroviária na competição.

No segundo tempo os papéis se inverteram, atrás no placar o Colo Colo passou a atacar, já as guerreiras grená passaram a defender e se lançar unicamente nos contra ataque.

O Colo Colo teve grande chance de diminuir o placar, o chute da meio-campista Claudia Soto acabou parando no travessão, no rebote Ascanio cabeceou mas a goleira Amanda estava ali para fazer grande defesa.

Com uma postura defensiva praticamente perfeita a Ferroviária conseguiu garantir o placar nos minutos que faltavam e conquistaram seu primeiro titulo.

O titulo coroou a grande competição feita pela Ferroviária, a equipe do interior de São Paulo terminou a Libertadores invicta, foram quatro vitórias e um empate, provando a força do futebol feminino brasileiro.

Este é o sexto titulo em sete edições de uma equipe brasileira na história da Libertadores, o único titulo não brasileiro, foi das próprias chilenas do Colo Colo em 2012.

Na disputa pela terceira colocação as equipes do UAI Urquiza e do São José empataram em 1×1 no tempo normal e na disputa de pênaltis as argentinas foram mais eficientes e venceram por 6×5, conquistando a terceira colocação.

Está é a segunda vez que um time argentino fica com o bronze da Libertadores feminina, a ultima vez tinha sido em 2010 com o Boca Juniors.

A atacante do Formas Intimas, Catalina Usme ficou com o troféu de artilheira da competição com oito gols.

Comente

comments