Eliminatórias CONCACAF Dia 5: Estados Unidos finalmente goleiam; Trinidad também avança

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Por: Amanda Marinho


Kenya Cordner e Maylee Attin Johnson (Imagem: CONCACAF.com)
 Trinidad e Tobago 2 – 1 Guatemala
No primeiro tempo Trinidad teve mais chances de abrir o placar, mesmo que essas chances tenham esbarrado em problemas técnicos na hora de concluir ao gol. A Guatemala teve duas boas oportunidades, que foram prevenidas pela segunda goleira de Trinidad e Tobago, Tinesha Palmer.
O segundo tempo voltou morno, e só aos 73” de jogo, depois de um belo cruzamento da direita, Kenya Cordner colocou Trinidad e Tobago a frente no placar. Aos 81”, Cordner fez bela jogada individual e driblou duas zagueiras dentro da área, mas acabou sofrendo pênalti, que foi convertido pela capitã do time,  Maylee Attin Johnson.
A Guatemala conseguiu marcar no finalzinho com Maria Monterroso de cabeça, mas Trinidad segurou bem o placar e gastou o tempo restante com a bola nos pés.
Agora, o time de Randy Waldrum espera o campeão do Grupo 2, provavelmente Costa Rica (que joga hoje contra a Martinica), para o confronto das semifinais. De qualquer forma, Trinidad e Tobago já está elegível para pelo menos jogar a repescagem, que dará mais uma vaga para a Copa do Mundo, contra um time da CONMEBOL, o Equador.
Melhores Momentos: x
Abby Wambach (Imagem: CONCACAF.com)
Estados Unidos 6 – 0 Haiti
Finalmente a Seleção Americana viveu às expectativas e goleou nessa fase de grupos das Eliminatórias. Existia a pequena possibilidade das Americanas ficarem fora da Copa, para isso, elas teriam que perder por pelo menos 2 gols de diferença, e a Guatemala ganhar de Trinidad e Tobago. O que não aconteceu. A goleira Ashlyn Harris pouco pegou na bola durante a partida, que aconteceu muito mais no campo de defesa do Haiti do que no das Americanas.
O primeiro gol saiu aos 9 minutos com Carli Lloyd depois de uma saída errada da goleira Haitiana. O segundo gol foi de Abby Wambach, que faria mais um na noite, também fruto de um erro da defesa adversária.
A Seleção Americana tentou muitos cruzamentos na área, mas as jogadas não estavam funcionando. O destaque do jogo foi Meghan Klingenberg, que marcou um golaço (veja aqui) de longe, que entrou inclusive para o Top 10 da ESPN Americana.
Os gols da partida foram marcados por: Carli Lloyd, Abby Wambach x2, Christen Press, Meghan Klingenberg e Morgan Brian.
Os EUA esperam o resultado de México e Jamaica para saber quem enfrentará nas semifinais no dia 24 de Outubro, às 18:30h (Horário de Brasília).
Melhores Momentos: x

Comente

comments

Deixe uma resposta