Eliminatórias CONCACAF #1: EUA de goleada? Guatemala ou Haiti?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Estados Unidos (Imagem: FIFA.com)
Por: Amanda Marinho
Começam hoje as partidas Eliminatórias da CONCACAF para a Copa do Mundo FIFA 2015. O primeiro jogo será entre Guatemala e Haiti e promete ser o jogo mais imprevisível do dia, já que o outro, entre Estados Unidos e Trinidad & Tobago, se desenha para uma goleada história das norte-americanas. 
As duas partidas serão jogadas em Kansas City, Kansas, e terão transmissão da FOX Soccer Americana. Você confere links para as partidas momentos antes dos jogos através do nosso Facebook.
A Seleção do Canadá é a atual Campeã da Competição, mas como será a anfitriã da Copa do Mundo de 2015, tem vaga garantida para a Competição e não precisa disputar as Eliminatórias.
Guatemala vs Haiti – 19:00h 
A Seleção do Haiti se preparou para o Campeonato nos com seu treinador Borkowski através de um método diferente. Sem muitos recursos de treinar seu time no próprio Haiti, a maioria das jogadoras da Seleção foram para os Estados Unidos jogar a WPSL (Women’s Premier Soccer League) em um time treinado por Borkowski, o FC Indiana. A esperança é de que esse esforço seja recompensado com a classificação para o Mundial, ou pelo menos com uma melhor classificação durante as Eliminatórias.
Já a Guatemala passou seus dias de treino na Flórida, Estados Unidos, jogando contra times universitários. “Ter o time competindo nos ajuda, o adversário não é importante,” disse o treinador Benjamin Monterroso.
Estados Unidos vs Trinidad & Tobago – 21:30h (Assista)
Apesar de ser uma das maiores, se não a maior, potência do futebol feminino do mundo, na última vez que disputou o mesmo torneio da CONCACAF, a Seleção dos Estados Unidos precisou ir para a repescagem para se classificar para a Copa do Mundo. Isso é exatamento o que Jill Ellis não quer.
Um dos focos na equipe norte-americana é a versatilidade, ponto que a treinadora Ellis faz questão de marcar. “A maioria das jogadoras, quando analisei a lista, a versatilidade foi um dos fatores, especialmente decidindo aquelas últimas vagas. Isso vai ser essencial. Acho que temos essa flexibilidade.”
A Seleção de Trinadad & Tobago chegou aos Estados Unidos com U$500 no bolso, segundo o treinador da equipe Randy Waldrum. Através de uma campanha na internet, dinheiro foi arrecadado, comida e local de treino. As jogadoras usaram o centro de treinamento do FC Dallas, clube da MLS (Major League Soccer), e contaram com a solidariedade de pessoas da região. 
Os desafios não param por aí. A jogadora mais importante para a equipe é sem dúvida Kenya Cordner, que atua pelo Seattle Sounders na W-League dos Estados Unidos. Rápida, forte, ela pode ser um elemento não-tão-surpresa contra os Estados Unidos. Com 20 gols em 17 jogos pela Seleção, seus números são de fazer inveja. Se ela conseguir passar pela defesa Americana, terá feito menos da metade do trabalho, o resto ficará a cargo da defesa de Trinidad & Tobago, que terá o dever de parar Alex Morgan e Christen Press, que podem começar juntas no ataque.

Comente

comments

Deixe uma resposta